quarta-feira, 15 de abril de 2009

Hillsborough nunca mais !

20 anos. Até o dia 15 de abril de 1989, o futebol inglês, por incrível que pareça, vivia na idade da pedra. Estádios acanhados e ultrapassados ( 70% ainda eram de madeira...), leis pouco respeitadas, conflitos frequentes, clubes endividados e com poucas opções de receitas, enfim, incompatível com a importãncia do país.
Infelizmente, como quase sempre ao longo da história, foi preciso uma tragédia de grandes proporções para que a revolução se iniciasse.
96 pessoas que perderam a vida da forma mais estúpida. 94 na hora, 1 sessenta dias depois, e o último em 1994, depois de 5 anos em coma. Todos torcedores do Liverpool, que eram apontados pela polícia até então, como os "piores desordeiros da Inglaterra".
Inicialmente tentaram convencer a todos que as causas da tragédia seriam, o excesso de álcool, e a índole dos torcedores.
Depois o rei ficou nu, e a verdade veio à tona. O estádio era uma ratoeira, e foram vendidos mais ingressos do que a lotação permitia. Como a venda de bebidas alcoólicas era proibida dentro do estádio, a maior parte da torcida bebeu nos bares das redondezas e entrou faltando 10 minutos para o início da partida. Os que estavam em pé junto as grades, foram esmagados.
Outro dia, li numa coluna de um conhecido jornalista, um relato nostálgico sobre os bons tempos em que o Maracanã recebia 150, 170 mil torcedores. Bons tempos ?
Tempos em que os torcedores compravam ingressos para assistir os jogos em lugares inexistentes ?
Hoje sabemos que o Maracanã comporta apenas 80 mil pessoas, mas naqueles tempos eram vendidos 170 mil ingressos. Estive no Brasil x Paraguai de 1969, com 183 mil ingressos vendidos. Ou seja, 100 mil compraram e não assistiram. Vi gente sentada na marquise. Isso se chama estelionato. Fomos vítimas desse estelionato durante anos e ainda achávamos bom...
Devemos agradecer a Deus pela inexistência de um Hillsborough por aqui.
Ele realmente deve ser brasileiro.

2 Comentários:

Às 16 de abril de 2009 09:34 , Blogger André disse...

É fato que, infelizmente, as providências só são tomadas depois de grandes tragédias já terem acontecido. Porém, mais infeliz ainda, é o fato de que no Brasil, nem depois de tantas tragédias, podemos ver mudanças realmente consideráveis, que dão resultados tangíveis e claros, como no caso do Taylor Report, na Inglaterra.
São Paulo e Palmeiras no Pacaembu, em 1995, é apenas um exemplo pra que recordemos de tantas "catástrofes" do nosso futebol...
O exemplo da Inglaterra só prova que a mudança é sim possível, basta que haja boa vontade e acima de tudo decência e honestidade, não apenas daqueles que detém o poder, mas de todo e qualquer cidadão de bem.

 
Às 25 de abril de 2009 00:00 , Blogger Josué disse...

Tenho um humilde blog....
http://arenadotimao.blogspot.com/

Olá Ricardo, muito legal o seu blog, não achava que existisse um assim, sou aqui de sp e como todo corintiano que se preze tem o sonho do estádio na cabeça.
Gostaria de saber o que na sua opiniao é viavel para o meu time.
Por exemplo construir uma arena para quantas pessoas, estão tentando jogar a concessão por 30 anos do estádio do pacaembu, o que acho ridiculo, enfim voce provavelmente deve ter ouvido algo sobre nossa situação penosa em relação a estádio pro Timão.
UM ABRAÇO

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial