quinta-feira, 12 de junho de 2008

A Batalha dos Aflitos 3

Uma rápida observação sobre as consequências pós-jogo. Perfeito o tribunal. Interdição do estádio, multa à Federação de Futebol local, e suspensões pesadas ao juiz, omisso, e ao jogador, desequilibrado.
Agora cabe a fase de recursos. Espero que todas as punições sejam mantidas. Se não forem, o efeito da impunidade será, mais uma vez, devastador para o descrédito do nosso futebol, não apenas dentro de campo, mas em tudo que o cerca.

1 Comentários:

Às 23 de junho de 2008 12:59 , Blogger Guilherme Mallet disse...

As polícias não recebem treinamento para colaborar com os objetivos de um espetáculo de futebol. Isso resume tudo.

Agiram errado? De certa forma sim, mas, tendo em vista a profissão deles (prender bandidos), eles fizeram o que sempre fazem, no seu dia-a-dia.

É muito fácil para os mandatários do futebol culpar a policial, mas quem chama a policia para dentro dos estádios são os clubes e as federações.

O jogo é um evento privado que recebe segurança pública, dinheiro de todos, inclusive de grande parte de pessoas que não gostam de futebol ou simplesmente não se importam com ele.

Sendo um evento privado, o Estado deve garantir a segurança nos arredores do Estádio, nas ruas, bares, transito, etc. Mas dentro do estádio a força policial deveria ficar "de reserva", assim como bombeiros e ambulancias. Se acontecer algum grande tumulto, APELA-SE para a força policial.

Organizar fila, impedir invasão de campo, proteger o juiz, deixar os corredores livres... tudo isso é obrigação de quem promove o espetáculo.

Caso contratassem seguraça privada, como os "Stewards" da Europa, os clubes e federações poderiam moldá-los e exigir uma conduta determinada. Tratariam o torcedor com respeito e colaborariam com o sucesso do evento esportivo.

Os clubes e federações que levam a policia para dentro dos estádios e DO GRAMADO (que deveria ser um absurdo) não podem reclamar quando eles agem como são treinados para agir, como polícia.

Abraços,

Guilherme Mallet
beirario2014.blogspot.com

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial