segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Mais do mesmo

O Botafogo comunicou semana passada alguns dos projetos para o estádio Olímpico em 2010. Como meus 6 leitores fiéis sabem, durante o período de fechamento do Maracanã (em reforma para 2014), aquele estádio será o principal local de jogos no Rio de Janeiro.
O clube começa a se mexer com 2 anos de atraso.
Entre as novidades, o fechamento de parcerias com estabelecimentos de alimentação para a diversificação dos produtos oferecidos, e para incentivar os frequentadores a passar mais tempo no estádio ( será que a Casa da Empada ou o Forno de Minas vão fazer os torcedores chegarem mais cedo ao jogo ?). Tambem vão acelerar a realização de shows (no gramado???).
É muito pouco, mas melhor que nada.
A questão crucial porém, ainda não foi revelada (se é que será...) pelo clube.
Nesse período em que o estádio irá sediar a maioria dos jogos de Botafogo, Flamengo e Fluminense, o clube irá receber um % das rendas a exemplo da Suderj com o Maracanã ?
O torcedor do Botafogo terá algum privilégio pelo fato do estádio pertencer ao clube ?
Essas são questões importantes, que os torcedores do Botafogo me perguntam, e para os quais respondo de forma singela.
Não sei.
Alguem sabe ?

7 Comentários:

Às 16 de novembro de 2009 23:29 , Anonymous Anônimo disse...

Eu acho que vai ser na amizade, vai que o Bota precisa de alguns pontinhos no proximo campeonato e ai ja como e na amizade ....

 
Às 17 de novembro de 2009 14:18 , Anonymous Andrés Montano disse...

Ricardo,

O João Henrique Areias tem um projeto de uma nova e moderna Arena no estádio da Portuguesa da Ilha no RJ (repetindo a Arena Petrobrás) que acomodaria 22.500 pessoas e seria outra alternativa ao Maracanã.

Abs

 
Às 17 de novembro de 2009 18:50 , Blogger Novas Arenas disse...

Andrés, desconheço esse projeto do JHA, mas, de antemão, duvido muito que vingue. Não faz o menor sentido.

 
Às 20 de novembro de 2009 16:59 , Blogger Pedro disse...

Ricardo,
Esse projeto da Arena na Ilha, acho que não vinga pelos motivos abaixo:
1 - seria uma repaginada no estádio, que não tem estrutura e infra-estrutura para suportar jogos da torcida do Flamengo ou Fluminense (time que não possuem estádio no RJ). Lembrando que a Área Petrobras tinha arquibancadas tubulares e não permitiam nehuma segurança e infra-estrutura aos torcedores.
2 - O entorno do estádio é de ruas estreitas e de difícil acesso, o mesmo problema do Stadium Rio (Engenhão era mais simpático), e que ocorreram problemas com o público local por causa disso.
3 - A Sec Estadual de Esporte tem uma proposta de adiar mais uma vez o fechamento do Maraca para início das obras de reforma (não sei e não leio ninguém da Fifa comentar o assunto).
abs

 
Às 23 de novembro de 2009 00:47 , Blogger Josué disse...

Olá Ricardo, quanto é o aluguel do Maraca hoje???
Aqui em SP a prefeitura cobra de 10 a 12 por cento da renda como aluguel...VOCE ACHA CARO OU BARATO???
ABRAÇO...

 
Às 23 de novembro de 2009 12:55 , Blogger Novas Arenas disse...

Josué, os custos do Maraca não se restringem ao % da Suderj. É um acúmulo de "mordidas" que vai dos escoteiros aos mais diversos sindicatos (jogadores, imprensa etc). Um exemplo numérico. O recorde brasileiro de arrecadação foi do jogo Fluminense x LDU na final da Libertadores 2008. A renda bruta foi de aproximadamente R$ 3.950.000,00. Depois dos descontos, o Flu ficou com R$ 2.050.000,00. O que acha ? Abs.

 
Às 30 de dezembro de 2009 23:25 , Anonymous fabio disse...

Acho que faz todo o sentido que o clube mandante fique com metade da renda bruta, que 40% fique com o locatário enquanto o resto fique para despesas extras.

Acredito também que alguma renda deva ir para o Estado para cobrir parte dos custos com a mobilização da polícia, CET etc.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial