quinta-feira, 15 de outubro de 2009

US "business" Open








Um amigo do blog esteve presente ao US Open 2009, e a meu pedido, captou alguns flagrantes do evento. Um show. Entretenimento para o público levado ao máximo.
O fato a destacar, foi que pela segunda vez seguida, a decisão de simples masculina foi disputada na segunda-feira, por causa da chuva intensa. Em função disso, perguntaram ao diretor da Federação Americana de Tenis, e organizador do torneio, se cogitavam instalar um teto retrátil na quadra central, afinal, o Australian Open e Wimbledon já possuem, e Roland Garros planeja instalar até 2013.
A resposta foi tipicamente americana.
Ele respondeu que gastar US$ 100 milhões para impedir que essa situação do atraso aconteça, não faz parte dos planos dos organizadores.
Os jogos ficam sobrepostos ? Os jogadores sofrem mais desgastes ? E daí ? os índices de audiência da decisão na segunda foi pouco inferior ao de domingo.
This is América. O que importa é o faturamento. Se o faturamento pouco sofreu com a chuva, para que gastar uma fortuna com teto retrátil ????
Isso é que é sportbusiness...


1 Comentários:

Às 16 de outubro de 2009 12:48 , Anonymous Anônimo disse...

Mudando um pouco de assunto, o que vc pensa a respeito da nova formula que, dizem, que a Globo quer pro campeonato brasileiro?

A formula atual e de pontos corridos. A sugerida e a volta dos play-offs com 8 times em sistema de mata-mata.

A impressao que eu tenho e que o modelo europeu (pontos corridos) nao da grana. Muito din din, so pros times que jogam a Champions League. Os demais parecem estar na pindura. Ja nos EUA, parece que grana e o que nao falta.

Pedro

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial